Geral | 16/09/2010 09h59

SMO - reportagem resgata a história dos quíntuplos de São Miguel do Oeste


Mudar o tamanho da letra: A+ A-

SMO - reportagem resgata a história dos quíntuplos de São Miguel do Oeste
Pai e Mãe com o filho mais velho e os quíntuplos
– Hoje, é mais fácil criar do que naquele tempo. Mas, com certeza, é mais difícil educar. A opinião é de Terezinha Neoci Imhoof, a primeira moradora de Santa Catarina a dar à luz quíntuplos. Foi em 16 de março de 1982, em São Miguel do Oeste.

Vinte e oito anos depois, uma mãe de Braço do Norte repetiu o feito. No último dia 20, em Florianópolis.

– Vejo pelos netos que as crianças de hoje são diferentes. Eu dava banho, fazia uma bacia de pipocas e eles sentavam no sofá para ver televisão. Nenhum levantava sem eu permitir – recorda Terezinha.

A mãe fala com a autoridade de quem pariu cinco em uma gestação.

– Foi uma bênção colocar eles no mundo. Mas também vê-los crescer, aprender a falar, a caminhar.

E com a serenidade de quem vivenciou simultaneamente cinco infâncias, cinco adolescências, cinco pessoas entrando na fase adulta:

– Eu me sinto vitoriosa, pois consegui dar educação a eles. Meus filhos nunca nos deram problema.

O nascimento dos quíntuplos do casal Terezinha e Ivo Imhoof entrou para a história. A dona de casa tinha 31 anos e o marido, motorista do antigo Departamento de Estradas e Rodagens (DER), atual Deinfra, 29 anos. Foi o primeiro caso no país onde as cinco crianças – três meninos e duas meninas – sobreviveram.

Seis anos antes, o casal havia tido um casal de gêmeos. A menina morreu. Os quíntuplos nasceram de sete meses e a gravidez foi uma surpresa. Terezinha não fez tratamento para a fecundação (o que torna mais incomum a gravidez múltipla) e a ultrassonografia havia mostrado apenas quatro fetos. Por ordem nasceram Daniel, Marcelo, Fernando, Márcia e Juliana.

– Juliana foi a última a chegar. Foi a única que precisou de aparelho para respirar – conta Terezinha.

A mãe ficou uma semana no hospital. As crianças, três meses. Precisavam ganhar peso e era necessária uma grande quantidade de leite materno. A cada três horas Terezinha pisava ao hospital. Mas a quantidade de leite não era suficiente. Mães voluntárias se apresentaram e foi montada uma escala. Com um mês de vida, os cinco começaram a tomar leite em pó.

– Eram latas e mais latas, uma mamadeira atrás da outra.

A chegada dos cinco alterou a vida da família. A casa onde os Imhoof moravam era pequena, com 78 metros quadrados. Faltava banheiro e foi preciso fazer um quarto para os cinco bebês.

A imprensa mostrou esta realidade e campanhas foram desencadeadas no Sul do Brasil. Foram arrecadados material de construção, berços, cobertores, brinquedos. Também foi aberta uma conta bancária.

– Enfrentamos dificuldades, pois não era leite ou roupa para uma criança: era para cinco. Além disso, tinha o mais velho que ainda era pequeno e também precisava de atenção – lembra a mãe.

Para Terezinha, foi graças à solidariedade das pessoas que conseguiram criar os filhos:

– Sempre que um jornalista me procura eu dou toda atenção. Não fosse a divulgação, as pessoas não teriam nos ajudado.

Atualmente, três vivem em Sorriso, no Mato Grosso, e outros dois continuam na casa dos pais em São Miguel.


Fonte: Diário.com
  • Imprimir
  • Entre em contato
  • Enviar por e-mail
  • Comentários
0 comentários
Entre em contato
enviar para o e-mail
0 comentários


MAIS PUBLICAÇÕES


Catarinenses podem justificar ausência nas eleições pela internet

Inédita, ferramenta online pode ser acessada por catarinenses e gaúchos. Prazo para justificar o voto pela internet segue até o dia 28 de novembro Os catarinenses que não compareceram às urnas nas eleições do dia 5 de outubro poderão justificar a ausência pela internet até o dia 28 de nov

Cartões de confirmação do Enem começam a chegar na segunda

O aluno que não receber o cartão ou não conseguir imprimi-lo pela internet deve entrar em contato pelo telefone 0800 61 61 61 Os candidatos do Enem 2014 começarão a receber, a partir da próxima segunda-feira (27), os cartões de confirmação da prova. Os Correios já deram início à distribui

Multas nas estradas vão subir até 900% a partir de novembro

O maior aumento será para quem trafega em pista simples e força a ultrapassagem Os motoristas que forem flagrados fazendo ultrapassagem perigosa terão que desembolsar R$ 1.915,40 a partir de 1º de novembro, data em que entra em vigor a Lei Federal que altera o Código de Trânsito Brasileir

Brasileira recebe pedido de socorro junto com encomenda da China

Escrito a mão, bilhete diz "sou escravo, me ajude" "Sou escravo, ajude-me". O pedido, em inglês, veio acompanhado de uma blusa que a moradora de Águas Claras, no Distrito Federal,  Sandra Miranda, recebeu na  quinta-feira (23). A encomenda foi feita no site chinês AliExpress, famoso por v

TSE proíbe Veja de fazer propaganda de capa

Reportagem da revista diz que Dilma e Lula sabiam de esquema de corrupção na Petrobras O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concedeu liminar na noite de sexta-feira (24) que proíbe a editora Abril, responsável por publicar a revista Veja, de fazer propaganda em qualquer meio de comunicação

Confira as matérias destaques na última semana

Reportagens, imagens e personagens que estão em destaques na últimas semana.  Esta matéria é composta por links de informações que foram destaques. Clique nos links e relembre os fatos.   GATA PORTAL Mikaela de Oliveira Confira o ensaio fotográfico pelas pelas lentes de Tatiane Wajand

Bcão – Projeto APAC ganha 1° Lugar do prêmio Prêmio Mundo Melhor Innovare

Projeto APAC ganha 1° Lugar do prêmio Prêmio Mundo Melhor Innovare, entre 334 projetos inscritos. Na tarde de sexta a Dra. Branca esteve nas instalações da Apac em Barracão/PR, para apresentar aos recuperandos o Prêmio ganho pelo projeto APAC Foi realizado na quinta-feira (23), em Dois Vi


HORÓSCOPO



MERCADO FINANCEIRO


Moedas Bolsas
  • Dólar Comercial Carregando...
    Dólar Paralelo Carregando...
    Euro Carregando...


OFERTAS DO PORTAL


12345


FANPAGE




AGENDA DE EVENTOS


25/10/2014
Nega Fulô
Local: Nova Farol/ SMOeste/ SC

1



CENTRAL DE ATENDIMENTO
+55 49 3644.4443
+55 49 3621.4806


Siga-nos:FacebookTwitter