Notícias

Depressão pós-parto: Como diferenciar o processo de adaptação após o nascimento do filho, da depressão pós-parto

Ao identificar os sintomas citados acima, busque atendimento profissional o quanto antes

Depressão pós-parto: Como diferenciar o processo de adaptação após o nascimento do filho, da depressão pós-parto
Foto: Psicóloga Daniela Filipini – CRP 12/15522

Gestar um filho é um processo de transformação em diversos aspectos. Na gestação, a mulher passa por mudanças psicológicas, biológicas, sociais e familiares muito significativas. A partir do nascimento, a exigência biológica e psicológica do recém-nascido para com a mãe será uma constante.

As primeiras semanas após o nascimento do filho são denominadas PUERPÉRIO (antigamente, conhecido como quarentena), sendo este um período caracterizado por grande desregulação hormonal, mudança de rotinas, privação de sono, início do aleitamento materno, fragilidade emocional, inseguranças, dificuldade de concentração, entre outros. Os aspectos psicológicos e emocionais neste período podem ser fatores decisivos para como a mulher vai experimentar e recordar desse momento único.

:::Acesse mais artigos relacionados ao Viva Bem!::: 

Entre as gestantes, existe uma preocupação considerável quanto a depressão pós-parto. É importante aprender a diferenciar os sintomas que são naturais e esperados a esse período de adaptação, daqueles que caracterizam um possível quadro de adoecimento psicológico.

Existe um quadro emocional, conhecido na literatura como “Baby blues”, que pode ser chamado também de “Tristeza materna” que é considerado NORMAL, ou seja, é um processo de adaptação esperado nas primeiras semanas após o nascimento do filho. A incidência deste quadro é entre 50% e 80% das mulheres, com início na primeira semana após o parto e geralmente desaparecendo naturalmente em dias ou poucas semanas. Os sintomas são: choro sem motivo, ansiedade, tristeza, nervosismo, instabilidade emocional, dificuldade de concentração, cansaço, dificuldade para dormir, perda da libido, dificuldade de adaptação ao estresse. É importante atentar-se a duração deste quadro. Se não melhorar em algumas semanas, é importante buscar ajuda profissional.

Já a depressão pós-parto afeta entre 10% e 20% das mulheres, tendo início nos meses seguintes ao parto. Os sintomas são: tristeza constante, autoestima baixa, desânimo e cansaço extremo, perda de interesse nas atividades que antes gostava, perda da sensação de prazer, sentimento de inutilidade ou culpa, pouco ou nenhum interesse pelo bebê, incapacidade de cuidar de si mesma e do bebê, medo de machucar o bebê, presença de pensamentos perturbadores e autodestrutivos, presença de ideação suicida. Na existência desses sintomas, é imprescindível que a mulher busque atendimento profissional o mais breve possível para iniciar tratamento.

Também existem quadros de psicose puerperal, que são muito raros. A prevalência é de 0,1% a 0,2% das mulheres em período pós-parto, iniciando geralmente na primeira semana após o parto. Os sintomas são: delírios, ideias persecutórias, alucinações, ansiedade, nervosismo, agitação, comportamento bizarro com risco para si mesma e a terceiros. Esta é uma emergência psiquiátrica grave que necessita de atendimento profissional o mais breve possível, pois oferece risco a mulher e também ao bebê.

Para prevenir todos esses quadros, é importante fazer um pré-natal médico e multiprofissional de qualidade, sanando todas as dúvidas e angustias referentes às transformações esperadas no puerpério. É comprovado que quando as gestantes têm um espaço de acolhimento, escuta e cuidado, as chances de desenvolver os quadros citados diminui.3

Ao identificar os sintomas citados acima, busque atendimento profissional o quanto antes. Existem tratamentos efetivos disponíveis e, com acompanhamento multiprofissional adequado, é possível se recuperar e ter qualidade de vida novamente!

 

Hospital Regional Terezinha Gaio Basso de São Miguel do Oeste  

Psicóloga Daniela Filipini – CRP 12/15522

Diretor Técnico - Vinicius Negri Dall’Inha - Cirurgião Oncológico – CRM 15904 / RQE 13771

----------------------
Receba GRATUITAMENTE nossas NOTÍCIAS! CLIQUE AQUI
----------------------

Envie sua sugestão de conteúdo para a redação:
Whatsapp Business PORTAL SMO NOTÍCIAS (49) 9.9979-0446 / (49) 3621-4806

Cotações

Dólar Americano/Real Brasileiro

R$ 5,12

Dólar Americano/Real Brasileiro Turismo

R$ 5,30

Dólar Canadense/Real Brasileiro

R$ 3,72

Libra Esterlina/Real Brasileiro

R$ 6,37

Peso Argentino/Real Brasileiro

R$ 0,01

Bitcoin/Real Brasileiro

R$ 338.141,00

Litecoin/Real Brasileiro

R$ 410,29

Euro/Real Brasileiro

R$ 5,45

Clima

Domingo
Máxima 26º - Mínima 20º
Céu nublado com aguaceiros e tempestades

Segunda
Máxima 26º - Mínima 20º
Céu nublado com chuva fraca

Terça
Máxima 25º - Mínima 18º
Céu nublado com aguaceiros e tempestades

Quarta
Máxima 21º - Mínima 13º
Períodos nublados

Quinta
Máxima 22º - Mínima 10º
Céu limpo

Sobre os cookies: usamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.