Notícias

“AJUDA UM MONTE”

Graduado em Jornalismo e Direito, Roger irá abordar um pouco de tudo e um tudo de pouco. E os leitores também terão vez para emitirem suas opiniões, desde, é claro, que fundamentados

“AJUDA UM MONTE”
Foto: Divulgação

“AJUDA UM MONTE”

Geralmente, para não dizer sempre, quando a pessoa está vivenciando uma fase difícil, sua seleção musical inclui canções tristes, melancólicas, depressivas e por aí vai. 

Sem dúvida nenhuma essa postura “é um remédio altamente eficaz”.    Com “certeza” vai melhorar muito e o mais rápido possível o sofrimento.

Melodias tristonhas nada acrescentam. Só potencializam a situação desconfortável.       Afaste-se delas.

ATÉ QUE ERA BONITINHA, MAS...

Noite dessas, fui até a loja de conveniência de um posto de combustível. O ambiente estava lotado. Então, enquanto esperava pagar meu débito, iniciei uma conversa com uma moça. Bonita, olhos claros e atraente.

O bate-papo até que estava agradável. Isso até ela lascar: Mas então o ´POBREMA´ é esse? Na hora sua beleza diminuiu pela metade.

Na despedida perguntou se eu fumava ´CIGARO´. Minha resposta foi um simples sim. Ela, então, pra ´arrematar´ indagou se era o de ´BOLINHA´.      

LIXO

Não é pior que o funk que, enfatiza-se, é o inferno transvestido em música. Música é força de expressão. O funk é sinônimo de lixo. Confunde-se com nojeira. Se voasse seria uma ave de rapina.

Mas algumas ´coisas´ - me recuso a denominá-las de músicas – também se superam no brega, no besteirol e no conteúdo inexistente.

Propositalmente - tenho um lado masoquista -  ouvi uma dessas merdas que tocou muito. É a tal de ´Da Da Da beijinho nas meninas´, de um tal de Gleydson Rodrigues. A irritação foi instantânea. 

Se fossemos um país sério, mesmo que minúsculo na questão “CURTURAR”, a execução dessas porcarias teria que ser banida das rádios, tvs, shows, enfim mesmo que só estivesse o músico – esses tipos não são cantores – sozinho, tocado para ele mesmo.

A gravação dessas músicas, ou melhor, imundices, deveria ser proibida. POR LEI.

E o pior é saber que cantores excepcionais, com suas canções, compostas com letras magistrais, foram, num passado não tão distante, exilados do país. 

E JÁ QUE O ASSUNTO É ESSE...

E a MPB foi, infelizmente, e faz tempo, inesquecida. Não recordo de ouvir numa rádio uma canção do fabuloso Chico Buarque, por exemplo.

Não condeno os proprietários das emissoras. É que esse estilo musical o povão desaprova.  Essas canções primorosas se destinam a um público seleto, gabaritado, enfim, qualificado.

São pessoas cultas, de elevado conhecimento cultural e intelectual, que apreciam canções compostas com letras inteligentes, criativas e de fundamento.   Que proporcionam uma sensação imensurável de prazer ao ouvi-las.  Infinitamente diferente das cantorias   atuais.  

O PIOR DOS VICIOS

É óbvio que nenhum vicio é benéfico. Nem o do trabalho. Todos só resultam em malefícios. Engana-se os que pensam que a dependência está relacionada apenas a substâncias ilícitas ou licitas.  

Há uma infinidade de situações viciantes. Mentir é um exemplo. Mas, no meu entender, que pode estar equivocado, o pior de todos é o do poder.  Os obstinados por essa nocividade não medem consequências.

Alguns, sem escrúpulos e dominados pela doentia sede do poder,  não raro praticam ações que, como dizem popularmente, até Deus dúvida. 

EXIBICIONISTAS DE ARAQUE

A ação de alguns motoqueiros em São Miguel ultrapassa o absurdo. Legítimos exibicionistas de araque. Conduzem suas motos com total irresponsabilidade.  Não pensam nas suas ações imprudentes que podem resultar em graves consequências. Principalmente para eles.

Foge de mim o preconceito. Mas, geralmente, quanto menor a potência da motocicleta maior a imprudência do condutor.

Ressalto, no entanto, que não podemos generalizar. Como citado, são alguns e não todos.

:::Confira mais artigos:: 

MULHER ELEGANTE

Elegância não é ter o rosto desenhado. Nem o corpo delineado. Vestir-se bem e com roupas de grife também não fazem parte dos quesitos que caracterizam a elegância.  

A mulher elegante portar-se com primor e sua postura é distinta. É amiga íntima da educação e bons costumes. Tem ponderações adequadas. Possui amplo conhecimento.

Profere, com invejável sabedoria e vocabulário aprimorado, assuntos que sempre são interessantes.   Respeita todas as pessoas e desconhece o preconceito.

Prefere o sossego do que a razão, pois, mesmo estando certa, foge de discussões.  Outra característica é a discrição e tantos outros atributos.

MULHER VULGAR

O oposto da elegância é o vulgar. E não são poucas as mulheres que fazem parte desse grupo nem um pouco sofisticado e, muito menos, admirado, mas, sim, abominável. 

E o mais incrível – ou seria absurdo – é que algumas fazem questão, de forma proposital, de demostrar sua vulgaridade. É incompreensível que valorizam o que as desvalorizam. Mas, em alguns casos, é uma realidade.

A grande maioria de suas amigas são, igualmente, banais. Mas, apesar de raras, têm outras amizades. São mulheres, que muito mais por educação do que   interesse, até conversam com elas. Mas, mesmo o diálogo sendo breve, os tímpanos ficam doloridos.

NÃO RECLAME

Há funcionários que reclamam do emprego. Tudo bem, às vezes, até com certa razão. Mas atitude deste tipo, além de não ser recomendável, é inadequada.

É inelegante tecer comentários de quem promove seu sustento. Mesmo que julgue que o salário teria que ser mais rentável.

E o despenho do empregado, não raro, por considerar ser merecedor de maior consideração e valorização, é mediano.

Só que agindo sem vontade irá piorar a situação. Desta forma, não haverá justificativa para, por exemplo, elevar sua remuneração ou ser promovido de cargo.

Portanto, independente disso ou daquilo, exerça   sua função com total dedicação. E cada vez melhor. Jamais demonstre seu desapontamento. Principalmente com outras pessoas.

Nesses casos, o diálogo com os superiores, de forma civilizada e argumentativa, é a conduta mais recomendável. Mantenha uma conversa cordial. Não fique exaltado. E lembre-se: Manda quem pode e obedece quem precisa.

NEM PARA PASSAR O TEMPO

Esporadicamente, mas de forma breve, visualizo as redes sociais. Sim, há postagens interessantes, inteligentes, informativas, enfim, com conteúdo atrativo.

Mas algumas, sinceramente, são de uma inutilidade sem dimensão. Isso é uma prova que há pessoas desprovidas da vergonha e do ridículo.

Várias postagens provocam o riso. Outras causam vergonha alheia – esta, inclusive, em proporção superior.     É que muitos, no afã de aparecer, esquecem do bom senso. E nem vou citar os comentários. Até por que faz tempo que desisti de ler devido a ´grandiosidade´ das baboseiras escritas.

UMA DAS MELHORES DO PAULO RICARDO

Em 1986 o grupo RPM fez imensurável sucesso. Até hoje é a banda de maior repercussão no país. Tamanho sucesso rendeu um programa exclusivo no Globo Repórter.

O segundo disco, na verdade o terceiro, pois o primeiro foi discreto, era esperado com intensa expectativa. 

Lançado em 1988 foi um fracasso total. Na verdade, um fiasco. Nenhuma música se salvou. Isso, aliada a outras questões, resultou no final do grupo, comandado por Paulo Ricardo que seguiu carreira solo.

Seu primeiro trabalho foi mediano. Destaque para ´A Um Passo da Eternidade´.    Em 2001 voltou à cena com o segundo disco. ´Nas Nuvens´ fez grande sucesso. 

Outra que chegou a tocar, porém de forma tímida, foi ´2  X 100´. Talvez poucos conhecem ou lembrem.

Considero um de seus melhores sons. Ritmo perfeito.  Mas a letra é impecável.   Mata a pau. Tanto tempo depois e ´cai como uma luva´ aos dias atuais.

E, ao mesmo tempo que menciona as desigualdades, transmite uma mensagem de otimismo. Ou seja: não fica ´patinando´ nos problemas, lamentações e injustiças. 

 

Por Roger Brunetto

 

          

 

----------------------
Receba GRATUITAMENTE nossas NOTÍCIAS! CLIQUE AQUI
----------------------

Envie sua sugestão de conteúdo para a redação:
Whatsapp Business PORTAL SMO NOTÍCIAS (49) 9.9979-0446 / (49) 3621-4806

Cotações

Dólar Americano/Real Brasileiro

R$ 5,19

Dólar Americano/Real Brasileiro Turismo

R$ 5,37

Dólar Canadense/Real Brasileiro

R$ 3,77

Libra Esterlina/Real Brasileiro

R$ 6,46

Peso Argentino/Real Brasileiro

R$ 0,01

Bitcoin/Real Brasileiro

R$ 337.254,00

Litecoin/Real Brasileiro

R$ 412,33

Euro/Real Brasileiro

R$ 5,52

Clima

Segunda
Máxima 25º - Mínima 20º
Céu nublado com chuva fraca

Terça
Máxima 24º - Mínima 18º
Céu nublado com aguaceiros e tempestades

Quarta
Máxima 22º - Mínima 13º
Períodos nublados

Quinta
Máxima 22º - Mínima 10º
Céu limpo

Sexta
Máxima 23º - Mínima 11º
Céu limpo

Sobre os cookies: usamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.