Notícias

IPCA-15 aponta aumento da inflação

Em suas colunas, Fred Santos trará informações valiosas sobre economia, gestão e negócios!

IPCA-15 aponta aumento da inflação
Foto: Arquivo pessoal | Frederico S. Damasceno, novo colunista do Portal São Miguel, do Grupo Tri de Comunicação

IBGE

Nesta terça-feira (27) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou que a inflação medida pelo IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15) passou a ser de 0,78% neste mês contra 0,31% no mês passado. Com o novo resultado, o IPCA-15 alcançou 4,49% no acumulado de 12 meses

Destaca-se que o IPCA-15 sinaliza uma tendência para os preços no IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). O IPCA é o índice oficial de inflação do Brasil. Serve como referência para o regime de metas determinadas pelo Banco Central.

A taxa registrada em fevereiro para o IPCA-15 foi a maior para o mês desde o ano de 2022, que havia registrado 0,99%. Vale salientar que dos 9 grupos IPCA-15, que inclui produtos e serviços, 8 registraram alta de preços neste mês. A maior variação foi de 5,07% e o principal impacto, 0,30% vieram da educação.

 

EDUCAÇÃO

O Instituto afirmou que o resultado foi pressionado pelos reajustes concedidos no início do ano em educação. Dentro desta categoria, a maior contribuição ficou por conta dos cursos regulares com aumento de 6,13%.

A categoria educação apresentou aumento nos cursos de ensino médio com 8,58%, curso técnico com 6,01%, ensino fundamental com 8,23%, pré-escola com 8,14% e creche com 5,91%. Deve-se destacar que o Ensino superior e a pós-graduação apresentaram respectivamente elevação de 3,74% e 2,81%.

O IPCA-15 ocorre entre a 2ª metade do mês anterior e a 1ª metade do mês de referência da divulgação. A coleta foi do período de 16 de janeiro a 15 de fevereiro. Já o IPCA se concentra no mês de referência do levantamento. Sendo assim, o resultado deste mês ainda não está fechado. Será divulgado pelo Instituto no dia 12 de março.

 

DESACELERAÇÃO

A categoria alimentação e bebidas registrou 0,97% neste mês contra 1,53% em fevereiro, ou seja, houve uma desaceleração do ritmo de aumento. Isto contribuiu com 0,20% no IPCA-15. Esta categoria foi responsável pela 2ª maior contribuição entre os grupos, perdendo apenas para educação.

No tocante à alimentação fora do domicílio, neste mês apresentou 0,48% contra 0,24% no mês anterior, ao passo que a alimentação no domicílio desacelerou, passando para 1,16% neste mês contra 2,04% no mês passado. O  IBGE  destacou os aumentos da cenoura com 36,21%, da batata-inglesa com 22,58%, do feijão-carioca com 7,21% e do arroz com 5,85%.

 

META PARA 2024

O centro da meta de inflação do Banco Central é de 3% no acumulado de 2024. Porém, a tolerância é de 1,5% para menos  ou para mais. Desse modo, a meta deve ficar dentro do intervalo de 1,5% a 4,5% nos 12 meses deste ano. Para o mercado o índice oficial projetado fechará 2024 em 3,8% conforme a edição recente do boletim Focus divulgada pelo Banco Central.

Por Fred Santos

:::::::Confira mais artigos AQUI!:::::

----------------------
Receba GRATUITAMENTE nossas NOTÍCIAS! CLIQUE AQUI
----------------------

Envie sua sugestão de conteúdo para a redação:
Whatsapp Business PORTAL SMO NOTÍCIAS (49) 9.9979-0446 / (49) 3621-4806

Cotações

Dólar Americano/Real Brasileiro

R$ 5,16

Dólar Americano/Real Brasileiro Turismo

R$ 5,34

Dólar Canadense/Real Brasileiro

R$ 3,82

Libra Esterlina/Real Brasileiro

R$ 6,60

Peso Argentino/Real Brasileiro

R$ 0,01

Bitcoin/Real Brasileiro

R$ 355.000,00

Litecoin/Real Brasileiro

R$ 433,80

Euro/Real Brasileiro

R$ 5,65

Clima

Terça
Máxima 11º - Mínima 5º
Céu nublado

Quarta
Máxima 15º - Mínima 6º
Céu nublado

Quinta
Máxima 20º - Mínima 5º
Céu limpo

Sexta
Máxima 21º - Mínima 6º
Períodos nublados

Sábado
Máxima 21º - Mínima 9º
Períodos nublados

Sobre os cookies: usamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.