Notícias

Na coluna de hoje, Roger Brunetto comenta e condena o aborto clandestino, mencionando informações a respeito. E tem muito mais

Além disso, publica uma matéria exclusiva que fez sobre as curiosidades do piloto de kart Enzo Cereser. Além disso, o graduado em Jornalismo e bacharel em Direito se posiciona sobre a distanásia e o que pensa das pessoas que param para tirar fotos de acidentes. Comenta, ainda, sobre a “vergonha que engrandece”. Esses são apenas alguns dos inúmeros assuntos e de seus comentários

Na coluna de hoje, Roger Brunetto comenta e condena o aborto clandestino, mencionando informações a respeito. E tem muito mais
Foto: Graduado em Jornalismo e Direito, Roger Brunetto

Essa coluna é uma produção independente e não representa a opinião do veículo de comunicação

 

ABORTO I

Praticamente todos são sabedores. Mesmo assim, lembro que o aborto, no Brasil, é permitido quando a gravidez decorre de um estupro, apresente risco de vida à gestante e anencefalia do feto. Em outros casos, é considerado crime que, no meu entender, figura entre os mais condenáveis. 

Sempre abominei o aborto clandestino. Trata-se de ato desprezível. É uma das maiores covardias, pois abrevia uma vida inocente sem que ela tenha qualquer possibilidade de defesa. Isso o torna ainda mais atroz. 

E entendo que quando é praticado por uma mulher esclarecida, que já tem discernimento, torna-se ainda mais deplorável.

Condeno, com a mesma intensidade, os homens que incentivam as mulheres que engravidaram deles a tal prática.  

Sempre, à minha maneira, combaterei a legalização do aborto que, de tempos em tempos, vem à tona.  

ABORTO II

A Pesquisa Nacional do Aborto (PNA) estima que no Brasil mais de 500 mil mulheres abortam clandestinamente por ano, embora outra pesquisa, do Instituto Guttmacher, por meio da chamada metodologia AGI, projeta que sejam 800 mil.

Como se não bastasse o elevado número desta prática desumana, no Brasil, segundo estatísticas, os gastos da saúde pública decorrentes dos problemas causados pelo aborto ilegal são maiores que o câncer de mama.

Para se ter ideia, na última década o Sistema Único de Saúde (SUS) gastou mais de R$ 500 milhões para tratar consequências de abortos clandestinos.

As complicações vão de danos para a capacidade reprodutiva até situações mais graves, incluindo a morte. Estima-se que uma mulher morra a cada dois dias no Brasil em decorrência do aborto ilegal.

ABORTO III

Também menciono mais uma pesquisa, feita pelo Ministério da Saúde, que revelou que 40% dos jovens brasileiros, entre 18 e 29 anos idade, dispensam o preservativo quando estão namorando.

Penso que isso tem intensa ligação com gravidez não planejada ou indesejada e, consequentemente, com abortos clandestinos.

Vale lembrar que o aborto ilegal é crime. A pena varia de um a três anos de detenção para a gestante. E de um a quatro anos para o médico ou qualquer outra pessoa que participou do procedimento.

No entanto, a imensa maioria ocorre através da ingestão de remédios adquiridos na internet ou no mercado negro.

A VERGONHA QUE ENGRANDECE I

O desvio moral não é o único causador da vergonha.  Quando a pessoa tem um desempenho técnico muito aquém do seu potencial, por exemplo, fica embaraçada. E isso não é um problema de moralidade.

Aquele que é capaz de se entristecer consigo mesmo tem “garrafa vazia” para quebrar. Em outras palavras: Tem condições de potencialização para reverter o quadro em que se encontra, pois se compadece de si mesmo, identifica a causa do desalento e não irá querer senti-lo novamente. Por isso se dedicará obstinadamente para que a situação não reincida.

Tipo um time de futebol que perde de cinco a zero e os jogadores fazem um pacto, tipo um compromisso solene, e se comprometem que, no próximo confronto, a equipe pode não ganhar e ser derrotada novamente, até de quatro a zero, mas o mesmo placar não se repetirá.  

A VERGONHA QUE ENGRANDECE II

Enche-se de brio - que é a consequência imediata de uma desolação envergonhada que não aceita a sua reprodução.

Como um estudante que tira zero numa prova. A vergonha mexerá com o seu brio e ele promete que isso nunca mais vai ocorrer e, para isso, se dedicará descomedidamente.

A pessoa vincula aquele cenário a sua própria identidade. O brio também é se sentir particularmente aviltado e não aceitar perder a honra.  Não permite que se torne uma repetição banal da indignidade. Por isso que, muitas vezes, a vergonha engrandece mais do que o orgulho.  

*Elaborei o comentário tendo como referência uma palestra que assisti, em 2019, em Curitiba, do advogado, jornalista, filósofo, escritor e professor de Ética, Clóvis Barros Filho.

ABUTRES

Durante minha vida parei apenas duas vezes para ver um acidente. O motivo é que havia poucas pessoas – não mais que cinco. Minha intenção era se poderia fazer algo para auxiliar. Nunca paro para presenciar – para alguns é apreciar – uma coligação de veículos, por exemplo.

Mas há casos que, devido ao congestionamento, fui obrigado. Aí, inevitavelmente, saio do carro para ver, de longe, o ocorrido. E sempre quando isso aconteceu fiquei triste e revoltado.

O desalento foi pela fatalidade que, não raras vezes, resultou em mortes. Já a causadora da minha repugnância sempre é constatar pessoas, com seus celulares, tirando fotos.

E há aqueles que querem fotografar de todos os ângulos. Inclusive, na tentativa insistente de ficarem mais próximos, atrapalham o trabalho dos socorristas.

Legítimos escrotos que sentem prazer com a desgraça alheia. Tenho profunda repulsa desse tipo de gentinha. Bichos repugnantes em versão humana

AJA COMO ADULTO

Falar mal de alguém que não simpatiza com você ou não deseja tê-lo como amigo é um dos maiores exemplos de idiotice. Ninguém é obrigado a estimar ninguém.  Independente se há ou não motivos.

E isso vale também para pessoas próximas como primos, tios e sobrinhos. Não precisa elogiá-las, mas jamais as desabone.  Simplesmente compreenda que isso faz parte da vida e opte pelo silêncio quando questionado sobre o que pensa delas.

E nos casos que, além de não nutrir apreço, a pessoa deboche e deprecie você, também se mantenha calado. Agindo assim demostrará elegância que é a melhor resposta para a inelegância.

UM DOS MAIORES DEFEITOS

O Chaves, aquele mesmo do programa de humor, tem razão: A vingança nunca é plena. Mata a alma e envenena. Confidencio, porém, que, lamentavelmente, num tempo distante, mantive um flerte com ela. Por sorte, o “affaire” foi curto.

Mesmo assim, está entre os meus maiores arrependimentos e motivos de vergonha que carrego até hoje.  

ESTOU ENTRE ELAS

O Brasil é o país com mais pessoas ansiosas no mundo. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), são mais de 18 milhões.

DISTANÁSIA

Não sou a favor da eutanásia, mas sou totalmente contra a distanásia. É um absurdo alongar a vida de um doente, em estado terminal, por meios de tratamentos inúteis, prolongando seu sofrimento.

Muitas famílias, no afã do desejo da recuperação, mesmo se tratando de um caso irreversível, não estão ajudando e sim prejudicando o enfermo, prolongando exageradamente sua agonia.

Trata-se de postura egoísta. O certo é deixar que morra naturalmente.   

Em outras colunas comentarei os motivos de ser contra a eutanásia e a favor da ortotanásia.

AINDA EM FASE DE AJUSTES

Essa coluna, quando acessada via web, é a legitima, perfeitamente diagramada. No entanto, quando for pelo celular a plataforma, por causa do elevado conteúdo, que, consequentemente, ocupa grande espaço, acaba a distorcendo. Ocorre um desajuste.

Portanto, quem a visualiza via web, confere como a coluna realmente é. Lembro que todas estão arquivadas no espaço COLUNISTAS do portal.

Estamos trabalhando para ajustar essa situação que não é tão simples. Mas vamos solucioná-la. Bem como os compartilhamentos com o Facebook, Instagram e WhatsApp do Portal São Miguel.         

EM TEMPO: Atendendo “os inúmeros apelos dos meus algozes”, a coluna será publicada duas vezes por semana. Ainda não há uma data definida.  

NÃO CONFUNDA

Muitos classificam de herói quem tira dos outros para dar aos pobres. Na minha opinião quem faz isso é vilão. Herói é que tira do que é seu para dar aos pobres. 

A VIOLÊNCIA É UMA DERROTA

Para o filósofo, escritor e crítico francês, Jean-Paul Charles Aymard Sartre “a violência, seja qual for a maneira como ela se manifesta, é sempre uma derrota”.

O autor de ‘Esboço Para uma Teoria das Emoções´; ‘A Imaginação’; ‘Ser e nada: Ensaio de Ontologia e Fenomenológica´, entre outras esplêndidas obras literárias, foi perfeito em sua observação.

Entendo que o resultado para quem recorre à agressividade seja verbal, física ou outras maneiras, incluindo a velada, sempre será a derrota, pois se trata de postura arcaica. 

Lastimavelmente, porém, mesmo que inadmissível, ainda há muitos adeptos a atos violentos. Seres primitivos.  

O DEVER DE AGRADECER É MEU

Integrantes do Lions Clube São Miguel me parabenizaram e agradeceram pela matéria que elaborei sobre a festiva do clube, divulgada na coluna de sexta.

Eu é que os agradeço e os parabenizo pelas ações que desenvolvem em prol da comunidade e, sobretudo, para auxiliar os menos favorecidos. Além disso, são pessoas ilibadas que cresceram na vida sem nunca usar ninguém de escada.

Esforçam-se ao máximo e dispensam valioso tempo com o objetivo principal de auxiliar quem precisa seja de forma direta ou indireta como é o caso de doação de equipamentos, de elevado valor, para instituições que são utilizados para, por exemplo, tratar, sem custos, enfermidades que acometem carentes.   

A população precisa saber o que realizam. Até por que alguns, desinformados ou mal-intencionados, comentam que é um clube de pessoas ricas, da alta sociedade, que se reúnem para jantar e conversar. Coitados, não sabem o que dizem.   

É um dever, uma obrigação, valorizar e enaltecer essa gente. E aqui também menciono os que fazem o mesmo em outros clubes de serviço como, por exemplo, o Rotary e o Lions Clube Universidade. Pessoas idôneas e sublimes que nutro elevado apreço, admiração e respeito. 

Na foto: A sempre gentil Malu Tengaten, de São Miguel,  além de brilhante arquiteta e urbanista, destaca-se pela sua polidez

 

QUALIFICAÇÃO DA EDUCAÇÃO

A educação é o futuro para o desenvolvimento de qualquer nação. Educação e crescimento econômico estão intimamente ligados. Se o aluno não tem uma base de pessoas intelectualmente desenvolvidas não vai evoluir.

Um dos maiores problemas é a má formação dos professores. É que, na verdade, praticamente não há incentivos para que se aprimorem.

Isso também gera problemas sociais.  A falta de capacitação dos trabalhadores brasileiros é um fator que impede a instalação de muitas multinacionais no país.    

“AMANDO”

O caso teria acontecido em São Miguel. A mãe do rapaz não gostava da namorada dele. A reciproca era verdadeira. Viviam discutindo. Geralmente a coisa acabava em baixaria.   

Ele resolveu fazer uma festa na noite do seu aniversário que foi num sábado. Além da amada, dos familiares, participaram alguns amigos e amigas.

Lá pelas tantas, a mãe do jovem e a namorada dele, que estava totalmente encachaçada, começaram a bater boca. A namorada começou a gritar que amava o namorado mais do que ela, no caso a mãe. A discussão ganhou proporção.

Dizem que a guria estava totalmente alterada. Tão fora de si que agrediu a mulher a base de puxões de cabelo, chutes, socos e garrafadas. A mãe do rapaz desmaiou e teve que ser conduzida ao hospital onde permaneceu dois dias internada.

Curada do porre, o namorado perguntou o motivo de tamanha agressividade. Ela respondeu que fez aquilo por que estava amando. Só esqueceu de acrescentar que era “a mando do diabo”.   

MORAL

O curso de Direito da Unoesc, campus de São Miguel, conquistou o melhor desempenho do Oeste de Santa Catarina, no Exame Nacional de Desempenho do Estudante (Enade), Edição 2022.

O resultado também o considerou o melhor de todo o sistema Acafe (Associação Catarinense das Fundações Educacionais) e o 3º melhor do Estado. Em uma escala avaliativa de 0 a 5 pontos, o Curso obteve conceito 4.

O Enade integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). É uma prova realizada a cada três anos, por curso, e que tem como objetivo avaliar o desempenho dos estudantes com relação aos conteúdos programáticos específicos, assim como temas de conhecimentos gerais.

O exame é realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia vinculada ao Ministério da Educação (MEC).

Para o coordenador do curso de Direito da Unoesc São Miguel, professor Peterson Fernando Schaedler, o resultado consolida a qualidade do ensino da Unoesc, colocando o Curso de Direito entre os melhores do Estado e do País.

*Fonte: Assessoria de Imprensa da Unoesc São Miguel.

 CURIOSIDADES DO ENZO – o piloto mirim campeão

Nesta semana conversei com Paolo Cereser, pai do Enzo Cereser. Ele, que é de São Miguel, tem apenas 7 anos de idade e conquistou o Campeonato Gaúcho de Kart – na sua categoria. A reportagem foi amplamente divulgada no Portal São Miguel. O garoto faz parte do Kart Clube de São Miguel.

O início

Paolo conta que anos atrás, passeando numa tarde de domingo, percebeu que havia um pessoal no kart indoor alugando karts. “Decidi dar uma volta. Primeiro sozinho. Depois com o Enzo no colo. Na época ele tinha 3 anos de idade e foi aí que começou o interesse dele pelo kart”, relata.

O primeiro kart

Paolo revela que um mês depois comprou um kart usado para ele. Pai e filho começaram a frequentar o Kart Clube.

“Num sábado apareceu um kart para crianças. O Enzo sentou nele e disse: esse é meu. A insistência foi tanta que na semana seguinte adquiri um kart para ele”, comenta o pai do garoto campeão, acrescentando que, à época, o filho tinha 3 anos e 5 meses.      No primeiro dia ele já andou sozinho. Começava aí a história de Enzo como piloto de kart.

O mais jovem entre os competidores

Enzo disputa a categoria mirim que reúne crianças de 7 a 9 anos de idade. Ele compete com garotos de mais idade e, teoricamente, mais experientes. Mesmo assim, devido a seu talento, se sobressai. Ele completou 7 anos em setembro deste ano e, de cara, já faturou um título de elevada importância.

Aos 4 anos de idade já se destacava

Antes da atual conquista, o jovem piloto participou de algumas competições. Infelizmente, devido à idade, que o impedia de ter a carteira de piloto, não foi permitida sua participação em provas oficiais. Apenas em algumas. E sempre foi muito bem.

Com apenas 4 anos de idade, por exemplo, ficou em quarto lugar na prova Beto Carrero World. Detalhe: disputou com pilotos de 7,8 e 9 anos de idade. E isso se repetiu em outras provas nos três estados do Sul e até a nível de Brasil, como foi a Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Infelizmente, em algumas provas, ele foi injustiçado e alvo de pilotos que bateram o kart que conduziam propositalmente no de Enzo, impedindo que ele concluísse as provas.

Um dos melhores do Brasil

Por tudo que já demostrou, atualmente Enzo está entre os cinco melhores pilotos de kart da sua categoria no Brasil. Ele pensa em seguir carreira e, mesmo sabendo das dificuldades, sonha com a Fórmula 01. Se seguir nesse ritmo, o sonho tem tudo para se tornar realidade.

Kart e família

O pai de Enzo afirma que a família sempre o incentivou. “A paixão dele é o kart. Ele deixa de participar de festas de aniversários e outros eventos para marcar presença nas provas. O maior obstáculo são os custos – em torno de R$ 4 mil por prova. “Não adianta ter talento, se não tiver como bancar os valores”, expõe Paolo.

No peito e na raça

Enzo, ao contrário dos demais pilotos de sua categoria, é o único que não tem equipe. Essa é uma das causas que vários, muito bem estruturados, mas que estão longe do potencial dele, o invejam.

Nas competições, Enzo é o piloto e seu pai, o Paolo, é o que faz o restante, desde a parte mecânica. São apenas eles dois. Os demais pilotos contam com uma equipe de até oito profissionais. “Além disso, enquanto os outros dormem em hotéis, nos dormimos nos kartódromos para economizar. Muitas vezes somos alvos de gozações”, lamenta Paolo. “Mas nossa resposta é nas provas”, complementa.

Apoiadores

Paolo diz que os patrocinadores foram fundamentais para Enzo chegar onde está. Patrocinam o garoto campeão: RS BIKE; Agostini Industrial; Benefisio; Hey Peppers; Trevo Diesel; ServMed; Eliel Hair Style; Tornearia Magrão e Humanitá Cardiologia.

“Eu e o Enzo somos muito gratos a todos”, enfatiza, acrescentando que quem deseja ser um patrocinador basta entrar em contato via (49) 9 9131 0331 (WhatsApp).

Ídolos

Enzo também pratica outros esportes, em especial o ciclismo. Já fez pedais de 39 km. Seus ídolos são o automobilista britânico Lewis Hamilton e Ayrton Senna. Inclusive, uma das exigências dele, quando começou a competir, é que seu capacete fosse igual ao do melhor piloto brasileiro de Fórmula 01.  

Enzo Cereser, o pequeno grande piloto

 

E COMO DISSE O ILUSTRE (o cafajeste)

A crise é tanta que os ladrões estão furtando até o prego do chinelo. 

HÁ DEZ ANOS

Demorou, mas finalmente São Miguel terá uma casa de shows digna de grandes centros. A conclusão da Four Club está em sua reta final. A inauguração acontece de 14 de dezembro. Todos os camarotes já foram vendidos.

O requintado clube, que fica nas proximidades do Parque de Exposições Rineu Gransotto, foi projetado para que os frequentadores conciliem diversão, conforto e segurança, seja no ambiente interno ou externo. 

Nada passou despercebidamente: desde o amplo estacionamento até detalhes quase que imperceptíveis em vários lugares da casa. A arquitetura diferenciada – aliada a modernos equipamentos – não deixará ninguém suado ou com a desconfortável sensação de calor abafado, por mais elevada que esteja a temperatura. Todos os requisitos de segurança foram providenciados.

Nos próximos dias serão implantadas as palmeiras que, a exemplo da piscina – com iluminação multicolorida -, incrementará ainda mais a beleza do local.  

O SOM

“Não há pensamento que não foi pensado. Não há palavra que não foi dita. Nenhum desejo que não tenha sido comentado. Não há sonho que não foi sonhado. Mas ainda não vejo o futuro. Mas ainda nos escondemos em meio ao ócio fingindo que somos puros”. Parte da letra de ‘Mysterious Monolith’ – Eloy. 

----------------------
Receba GRATUITAMENTE nossas NOTÍCIAS! CLIQUE AQUI
----------------------

Envie sua sugestão de conteúdo para a redação:
Whatsapp Business PORTAL SMO NOTÍCIAS (49) 9.9979-0446 / (49) 3621-4806

Cotações

Dólar Americano/Real Brasileiro

R$ 5,18

Dólar Americano/Real Brasileiro Turismo

R$ 5,35

Dólar Canadense/Real Brasileiro

R$ 3,76

Libra Esterlina/Real Brasileiro

R$ 6,45

Peso Argentino/Real Brasileiro

R$ 0,01

Bitcoin/Real Brasileiro

R$ 339.800,00

Litecoin/Real Brasileiro

R$ 415,00

Euro/Real Brasileiro

R$ 5,51

Clima

Segunda
Máxima 25º - Mínima 20º
Céu nublado com chuva fraca

Terça
Máxima 24º - Mínima 18º
Céu nublado com aguaceiros e tempestades

Quarta
Máxima 22º - Mínima 13º
Períodos nublados

Quinta
Máxima 22º - Mínima 10º
Céu limpo

Sexta
Máxima 23º - Mínima 11º
Céu limpo

Sobre os cookies: usamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.